autores: Luís Peça, Fernando Alves, Susana Ferreira

Domingo, 7 de Março de 2010
Relato de uma viagem à Grécia

Olá a todos!!! Estamos longe da nossa terra, mas sempre com a escola na memória.

 

Nos últimos dois dias, temos visitado Amaliada, uma pequena cidade a 240km de Atenas. É aqui que o nosso encontro se realiza. Temos a presença de alunos e professores de vários locais da Europa (Grécia, Portugal – Leiria e Santana – Espanha, Polónia, Holanda, Turquia e Itália). A experiência tem sido muito enriquecedora. Uma situação caricata acontece com a linguagem!!! Como existe uma diversidade de línguas, e porque nem todos percebem Inglês, somos capazes de começar uma frase em espanhol, passando pelo italiano, francês e por aí além, ou seja, no fim até ficamos “gregos” com esta conjuntura!!! No entanto, no final, todos nos entendemos e muito bem.
Sentimo-nos  autênticos analfabetos quando tentamos folhear um jornal grego!!! Faz-nos lembrar aquelas pessoas que pegam no jornal só para ver as fotografias! Hoje visitámos Olímpia, o local onde ocorreram os primeiros jogos olímpicos da história, quer dizer, os primeiros jogos que posteriormente foram designados de jogos olímpicos. De Olímpia, apenas restam ruínas. Tudo foi devastado pela Natureza, como foi o caso dos aluviões e dos terramotos mas a história é bem viva e sente-se quando se atravessa toda esta área.

Uma situação engraçada é que já na altura dos primeiros jogos, se realizavam testes de doping!!! Não eram análises sanguíneas mas, garanto-vos que eram bem mais rigorosos que os actuais. Podemos afirmar que qualquer um de nós (professores e alunos), não poderíamos participar hoje!!!! Passo a explicar…os atletas, duas semanas antes dos jogos, tinham de estar no local e eram alimentados à base de azeitonas, pão e figos! Nada de carne!!! Quem fosse apanhado a comer carne ou outros alimentos seria seriamente castigado e o seu nome iria ser publicitado!!!  Percebem agora porque não poderíamos participar??? É que o jantar de ontem foi bem composto

Uma outra situação caricata prende-se com os vencedores das provas. Todos os atletas disputavam as provas sem qualquer tipo de roupa e os seus corpos eram banhados com azeite, óleos de outras plantas e areia. No caso dos atletas vencedores, as gotas de suor juntamente com os óleos, poderiam render bom dinheiro porque se acreditava que tinham poderes mágicos…


…e ainda se criticam os atletas de hoje por cobrarem os seus direitos de imagem.

 

Um abraço para todos.

P' Os professores,

Manuela Ferrão



publicado por alves às 23:43
link do post | comentar | favorito

tags

todas as tags

posts recentes

Relato de uma viagem à Gr...

arquivos

Maio 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

links
pesquisar
 
subscrever feeds
Verandah
Verandah